02 outubro, 2015

Laughbanging entrevista Miguel Braga

Fala-se tanto sobre a morte nas músicas de metal, que é de estranhar que não haja metaleiros cangalheiros, médicos legistas, ou a profissão mais mórbida delas todas, bancário. Pelos vistos, até é mais fácil encontrar um metaleiro que faça animação, como é o caso do nosso entrevistado.
Miguel Braga é o criador de muitas animações como os dvd infantis do Serafim e da série de televisão Nutri-Ventures. No campo da animação para os mais velhos, fez o videoclip "Luna" dos Moonspell, criou o Anjinho da Guarda, a 1ª série animação a passar na SIC Radical e com música dos Ramp, bem como outros projectos. Fã de metal, animação e cerveja, Miguel Braga falou com o Laughbanging.


Um indivíduo que se veste de preto e usa cabelo comprido como tu, quando diz a alguém que faz Animação, por norma, quantos minutos de riso é que se seguem?

Apenas o meu cansado, mas cordial sorriso ao ver a cara de espanto das pessoas. Do tipo: - “Isso faz-se cá em Portugal? Vives disso? Mas, mas... Ohhhh deve ser tão giroooo! Eu tenho jeito para fazer vozes, arranjas-me trabalho?”
Depois lá explico um pouco como as coisas funcionam e todos acham super giro e estranham o facto de eu não estar também super contente!
Depois tenho de explicar que é difícil viver só da animação. Esquece os sorrisos a partir daqui.

Começaste por trabalhar em Marketing & Publicidade, mas entretanto mudaste para Animação. Olhando para o teu percurso profissional, os teus pais ainda te dizem que “gostam mais do teu 1º álbum”?
Não foi propriamente trabalhar, foi o curso que tirei e uns estágios que fiz até perceber que não queria trabalhar nessa área. Os meus pais nunca disseram nada porque nunca houve nada a fazer... O melhor era estarem calados e deixar-me seguir as minhas tendências suicidas para acabar com o sofrimento o mais depressa possível.

De certo que já levaste muitas negas de patrocinadores e outras empresas que poderiam apoiar os teus projectos. Será que o nome do estúdio (Bang Bang) significa o que tu queres fazer a essas empresas?
O objectivo do nome do estúdio foi criar um nome que fosse universal, não precisasse de tradução e ficasse na memória facilmente. De resto, encaixa na perfeição no âmbito desta pergunta... A resposta é sempre Bang! Bang!

Pouco dinheiro, poucas oportunidades… Ajuda-nos - que outras semelhanças existem entre o Metal e a Animação em Portugal?
Como metaleiro e animador sou especialista nesta matéria, a única coisa que vejo em comum é emigrar daqui pra fora.

Há muito tempo atrás criaste umas animações de uma banda de thrash/death metal chamada The Killtones onde o vocalista é um cão. Como te sentes ao teres sido pioneiro em bandas de metal tendo animais como vocalistas onde só se ouve ladrar ou guinchar, como é o caso de bandas como Caninus, Hatebeak ou Cradle of Filth?
Era simplesmente mais fácil do que escrever letras e ter de lidar com posers.
Aliás, a minha tendência no metal cada vez pende mais para o grind, oui oui.

Enquanto fazias as animações para os dvds infantis como o Serafim ou os Patinhos, que banda de black metal é que pensaste que ficaria melhor para musicar aquilo?
Inquisition.

A série Nutri-Ventures fala sobre nutrição. Se houvesse um episódio especial chamado Nutri-Miguel em que as sugestões seriam da tua autoria, qual seria o teu plano de nutrição?
Cerveja Belga e Gambas com maionese para começar, Morcela de Arroz e Queijo de Serpa com pão alentejano de entrada, Migas com Lagartos de Porco Preto para prato principal, tudo regado com Tintol Velho e digerido com a Aguardente Curvada de Velha (15 Anos em barril de Carvalho).
Por fim, mais Cerveja Belga para lavar a barriguinha e começar a fazer fogo para ter brasas para o jantar.

Pixar, Disney, Dreamworks… Este trio é melhor que qualquer outro trio que o Metal alguma vez produziu como Motorhead, Venom ou Sodom?
Amo a animação e o metal, para mim o ideal é conjugar os dois, trabalhar a ouvir metal!

Que história é esta dos filmes de animação de agora não só agradarem a crianças, mas também a adultos? Achas que foi uma jogada inteligente por parte do mercado, ou nós mesmos é que estamos a tentar voltar atrás porque isto de ser adulto não vai acabar bem?
Ver desenhos animados faz-nos entrar noutro mundo e esquecer a realidade, isso é bom para crianças mas muito melhor para adultos, é um anti-stress. Normalmente, os desenhos animados estão carregados de humor, e no caso dos adultos, cada vez mais se vê crítica social, como no caso dos “The Simpsons” ou “American Dad”.  Para os adultos é bom, faz-nos realmente pensar em muita coisa em que se devia voltar para trás.

Quantas vezes é que paraste de animar porque estava uma imperial fresquinha a chamar-te na esplanada?
Nunca. Animar torna-se obsessivo-compulsivo e não consegues parar até acabares o momento que estiveres a fazer. O que faço, sim, é trazer a cervejinha fresquinha para cima da mesa de trabalho, principalmente naqueles dias quentes de verão, assim já não deixo a cerveja para segundo lugar. Já agora, acrescentando uma nota à questão n.º 8, animar, ouvir metal e beber cerveja são das 3 coisinhas que mais gosto de fazer na vida.... Se forem as 3 ao mesmo tempo é quase o meu ideal de vida!

Últimos comentários:
Aproveito para passar a publicidade.
Vejam o meu último trabalho, com o Exmo. Gustavo Vieira e o Exmo. Miguel Martins.
The Black Blots - Uma série de animação sobre duas manchas negras, uma boa e uma má.
Aqui fica o YouTube: https://www.youtube.com/c/TheBlackBlotsSeries
Facebook: https://www.facebook.com/theblackblots
Já estão 9 fimes online e em breve teremos o último filme desta primeira season.
Vejam os filmes e divirtam-se!

Alguns trabalhos efectuados:
Nutri-Ventures, Anjinho da Guarda, Zig Zag, Sotão Mágico, The Black Blots, Killtoons, Cristiano, Os Patinhos, Serafim, "Luna" (Moonspell), ...

Páginas oficiais:



Sem comentários: